Dicas Legais por E-mail!

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Não acumule dívidas!

Os juros do cartão de crédito são absurdamente mais altos do que qualquer possibilidade de investimento. Quando você está devendo dinheiro para pagar o cartão no mês seguinte, você apenas empobrece. Pague sempre a totalidade da fatura e se não tiver certeza de quanto já gastou, use a Internet ou telefone para saber qual o valor parcial antes de sair gastando mais.


Seu cartão de crédito não é um segundo salário. Assim, use-o como uma ferramenta, não como uma solução para todos os seus problemas.

Aprenda a matemática básica das finanças pessoais. Gaste menos do que você ganha. Com o cartão, preste atenção aos dias em que sai com a família e com aquelas ocasiões onde está sem dinheiro (cédulas) na carteira. Corra para casa e esconda-se lá.

Lembre-se dos juros ao efetuar pagamentos atrasados. Quanto mais demorar a pagar, maior será sua dívida. Simples assim. Além disso, sempre acabam incidindo taxas adicionais e maiores complicações na obtenção de novo crédito no futuro. Evite transtornos pagando tudo em dia.

Não brinque com o limite. Na dúvida, peça por limites de crédito mais baixos. Evite esticar demais as possibilidades de gasto, pois as chances de dívidas e juros maiores se transformarem em pesadelo são igualmente proporcionais aos “abusos” que você pode cometer.

Não tenha vergonha. Se por acaso houver algum problema no pagamento da fatura, não hesite em telefonar para fazer um acordo. Quanto mais tempo se passar sem que você tome alguma providência, pior será a situação. Atitude é tudo!

Encare com seriedade seu orçamento doméstico. Use o cartão de crédito apenas em ocasiões onde ele é realmente interessante, lembrando de jamais rolar dívidas e pagar apenas a parcela mínima.
Feed
Assine nosso Feed ou receba os artigos por email

Leia Também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta no Facebook

Número de visitantes

Seguidores

  ©Dicas Legais - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo