Dicas Legais por E-mail!

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

10 dicas para você controlar os gastos em sua viagem de férias



Vejam dez ótima dicas que encontrei no blog Vila Sucesso para você economizar em sua viagem de férias.

1 - Planejar antecipadamente onde ir - qualquer lugar do mundo é viável, conforme o orçamento e principalmente o planejamento.


Se o desejo é conhecer outra cidade, outro país, outro continente, procure, o quanto antes, saber detalhes do lugar, referências onde se hospedar, custo de vida, diferenças culturais, etc. Tudo isso ajudará muito no melhor uso dos dias de férias para conhecer o que realmente interessar a você - e não ficar dependente das sugestões de outros que tem interesses diferentes dos seus.


2 - Verifique o quanto a viagem vai custar - não existe viagem baratinha, gratuita. Todo lugar terá oportunidades que certamente você não vai deixar passar: um ponto turístico inigualável, uma comida típica obrigatória, festas regionais, praias distantes ou mesmo os famosos presentinhos. Daí lembre que precisará de uma verba bem calculada para que você possa realmente usufruir de tudo o que a viagem poderá proporcionar. Mesmo que seja numa excursão ou pacote, não calcule somente esse custo (transporte + hospedagem), e considere quanto você levará para curtir o lugar com as coisas que você se interessa e gosta.


3 - Se puder, procure pagar a viagem antes de ir - mesmo considerando que é possível viajar pagando parcelas sem juros, o que recomendo é quitar esta dívida antecipadamente, para que na volta não fique um carnê aguardando o pagamento das parcelas (e infelizmente muitos casos de inadimplência nascem por conta de viagens que não foram devidamente quitadas). É muito bom voltar de momentos deliciosos sem ter que pensar na despesa a pagar, podendo assim focar nas boas lembranças que as férias puderam trazer.


4 - Viajar em grupo é muito bom, principalmente quando toda a família está reunida e motivada para a diversão. Se você é o principal responsável financeiro pela viagem, tenha o cuidado de estimar despesas extras comuns, especialmente quando se viaja com crianças e ou adolescentes. Para os primeiros, leve opções que possam divertir mesmo com chuva e frio, ou na presença de algum impeditivo (como a demora nos aeroportos, algo comum atualmente). Para jovens, sugira que levem seus MP3, livros, revistas, baralho, jogos alternativos para as mesmas situações, pois quando acontece o tédio da chuva, frio ou atraso, a vontade de consumir QUALQUER COISA se acentua muito perante este grupo de viajantes.


5 - Normalmente, nos pacotes turísticos, o café da manhã está incluso nas diárias, daí procure fazer dele uma boa refeição, pois poderá cobrir o almoço, ficando somente o jantar para consumir. Para um reforço ao longo do dia, procure comprar alguns itens de seu gosto no supermercado local, assim você e seu grupo não ficam à mercê de consumir em lanchonetes e fastfoods que podem custar caro, no fim das contas.


6 - Um bom mapa da cidade visitada em muito ajuda a encontrar os lugares que se quer visitar, e nos mapas normalmente há indicações do transporte público - que além de ser uma boa opção econômica são excelentes para melhor conhecer a cultura local - e na maioria das cidades abrange todo o perímetro urbano. Use e abuse para conhecer bem o lugar visitado.


7 - Embora em muitos lugares cartão de crédito seja uma excelente opção - evita perda de dinheiro, entre outras possibilidades - procure ter dinheiro na moeda local, troco, de modo a facilitar o pagamento e despesas. Em países que usam moedas diferentes do dólar e mesmo o euro, lembre-se de converter na chegada um valor capaz de cobrir custos simples como táxi e mesmo um pequeno lanche, e antes de retornar reconverta na moeda que for mais fácil para o seu caso. Muitos países convertem em real, informe-se.


8 - Em alguns países é possível receber de volta o imposto pago por compras feitas por turistas, e se for o caso do local onde você irá, certifique-se disso. Neste caso, notas fiscais de compra são a forma de comprovar suas despesas para ser ressarcido, portanto não esqueça de pedi-las.


9 - Quem usa medicamentos, ou viaja com crianças, precisa ter uma farmacinha para eventualidades. Não deixe para comprar o remédio no local, pois há a possibilidade de não estar disponível (evite a Lei de Murphy!), leve um reforço para evitar uma despesa desnecessária - afinal, você tem o medicamento em casa e só não trouxe por descuido...


10 - Lembre-se que a viagem não requer somente hotéis cinco estrelas, restaurantes top de linha; há excelentes opções para passear com custo reduzido ou mesmo gratuitas. É o planejamento prévio que possibilita fazer da sua viagem uma grande diversão sem estragos no orçamento. Divirta-se com alegria e responsabilidade!
Feed
Assine nosso Feed ou receba os artigos por email

Leia Também:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Curta no Facebook

Número de visitantes

Seguidores

  ©Dicas Legais - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo